Quem Somos

Em 2011 foi criada a Bicho do Mato Instituto de Pesquisa, resultado de uma ideia antiga de dois amigos e colegas desde a época de graduação na PUC Minas: o sonho de fazer pesquisas de forma independente, desenvolvendo soluções para o preenchimento de lacunas de conhecimento e conservação de diversas espécies ameaçadas de extinção.

Com o passar dos anos, a nossa ideia , foi concretizada e ampliada, abordando outros aspectos ambientais em diferentes nichos de atuação.

Hoje, a Bicho do Mato Instituto de Pesquisa desenvolve e dissemina atividades direcionadas à conservação da biodiversidade, participando de acordos nacionais e internacionais com instituições voltadas de conservação e sustentabilidade, administrando e desenvolvendo pesquisas científicas, formando e capacitando profissionais.

Agora, inaugura um novo momento, abre as portas para a comunidade e pretende agir como um catalizador de ações que contribuam para a melhoria da qualidade ambiental da nossa mãe Terra e, portanto, de seus habitantes.

Equipe
Tudy Câmara Presidente

Tudy Câmara

Licenciada em Biologia, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; especialista em Sistemática Zoológica, pela Universidade Federal Juiz de Fora; especialista em Biologia dos Vertebrados, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; especialista em Ciências do Ambiente, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; Mestre em Zoologia dos Vertebrados, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Foi professora dos Cursos de Ciências Biológicas e Pedagogia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, no período de 1983 à 2014; Diretora do Museu de Ciências Naturais da PUCMinas, no período de 1993 à 2009; Coordenadora do Curso de Pós-graduação: Estudos Ambientais, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, no período de 2004 à 2008; Diretora do Jardim Zoológico da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte, no período de 1991 à 1993.

Atualmente é Diretora Presidente da Bicho do Mato Instituto de Pesquisa; Diretora técnica da Bicho do Mato Meio Ambiente e Diretora técnica da Bicho do Mato Editora.

Publicou os seguintes livros: MAMÍFEROS DO CIPÓ, Tudy Câmara e Roberto Murta, 2003; JAMBREIRO: Fauna e Flora, Roberto Murta e Tudy Câmara, 2006; QUADRILÁTERO FERRIFERO: Biodiversidade protegida, Tudy Câmara e Roberto Murta, 2007; CANASTRA – Cores e Valores, Tudy Câmara e Roberto Murta, 2011; FAUNA – Leste Atlântico do Espinhaço Meridional, Bruno Pimenta, Tudy Câmara e Roberto Murta, 2015.

Fez a coordenação técnica e científica dos seguintes livros: ARQUEOLOGIA E HISTÓRIA: Alvorada de Minas, Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim, Sonila Morelo e Roberto Murta, 2014; QUILOMBOLA: Somos todos parte dessa história, Nila Rodrigues Barbosa, Ulisses Manoel da Silva e Roberto Murta, 2014; ANFÍBIOS: Alvorada de Minas, Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim, Bruno Pimenta, Danielle Costa, Roberta Murta-Fonseca, Tiago Pezzuti e Roberto Murta, 2014; DAS GRUTAS À LUZ: Os Mamíferos Pleistocênicos de Minas Gerais, CÁSTOR CARTELLE, 2011. Publicou 14 artigos científicos, 02 artigos completos em congressos, um capítulo de livro, 85 resumos em congressos, além de coordenar o II Congresso Nacional de Mastozoologia.

Roberto Murta Diretor Financeiro

Roberto Murta

Médico formado pela UFMG em 1977, pós-graduação em Ortopedia no Serviço do Hospital Felício Rocho em Belo Horizonte, tendo atuado nesta profissão por 38 anos.

Fotógrafo de natureza há 32 anos. Autodidata em fotografia de natureza, suas imagens têm sido veiculadas em livros, jornais, revistas, calendários, matérias científicas, publicidade, etc. Acompanha projetos de pesquisa e conservação, inventários, resgate e monitoramento de fauna e flora em vários programas em atividade. É professor de fotografia de Natureza.

Editor de livros e publicações. Possui grande conhecimento em gerenciamento editorial e editoração imagens na mídia impressa e eletrônica. É editor de 12 livros e coautor de 11 livros.

Publicou os livros: MAMÍFEROS DO CIPÓ, Tudy Câmara & Roberto Murta, 2003; JAMBREIRO: Fauna e Flora, Roberto Murta & Tudy Câmara, 2006; QUADRILÁTERO FERRIFERO: Biodiversidade protegida, Tudy Câmara & Roberto Murta, 2007; ANFÍBIOS DO IBITIPOCA, C. A. G. Cruz, R. N. Feio, U. Caramaschi e Roberto Murta, 2009; CANASTRA – Cores e Valores. Tudy Câmara & Roberto Murta, 2011; DAS GRUTAS À LUZ: Os Mamíferos Pleistocênicos de Minas Gerais. Cástor Cartelle, 2011; BIODIVERSIDADE – Gestão da Informação, Cinara Clemente et al.; ARQUEOLOGIA E HISTÓRIA: Alvorada de Minas, Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim. Sonila Morelo & Roberto Murta, 2014; QUILOMBOLA: Somos todos parte dessa história. Nila Rodrigues Barbosa, Ulisses Manoel Da Silva e Roberto Murta, 2014; ANFIBIOS: Alvorada de Minas, Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim. Bruno Pimenta, Danielle Costa, Roberta Murta-Fonseca, Tiago Pezzuti & Roberto Murta, 2014; FAUNA – Leste Atlântico do Espinhaço Meridional, Bruno Pimenta et al., 2015;

Cofundador da Bicho do Mato Meio Ambiente há 10 anos e exerce função de Diretor-sócio nas áreas administrativa e financeira e cofundador da Bicho do Mato Editora e da Bicho do Mato Instituto de Pesquisa.

Leonardo C Oliveira Diretor Científico

Leonardo C Oliveira

Biólogo pela PUC-Minas, mestre em Ecologia pela UFRJ, e PhD, em Biologia com ênfase em ecologia e conservação pela Universidade de Maryland – MD, USA e Pós-doutorado no departamento de Ecologia pela UFRJ.

Desde 2005 é responsável por projetos de pesquisa avaliando aspectos comportamentais e ecológicos de em agrofloresta de cacau sombreados ambientes. É membro do Primate Specialist Group da União Internacional para a Conservação da Natureza (PSG/IUCN) e sócio fundador da Sociedade Latino Americana de Primatologia (SLAPRIM). É também membro do grupo assessor do Plano de Ação para a Conservação dos Mamíferos da Mata Atlântica Central (PAN-MAMAC) para as regiões do Rio de Janeiro (Primatas Invasores) e Sudeste da Bahia (Agroecossistemas).

Tem grande experiência nos Padrões Abertos para Prática de Conservação, abordagem desenvolvida pela Aliança para as Medidas de Conservação, (The Conservation Measures Partnership), para a incrementar a efetividade e a eficiência de projetos de conservação. Atualmente, utiliza esta abordagem nos projetos de conservação para o mico-leão-da-cara-dourada em seu ambiente natural.

Ana Flávia Rodrigues Coordenadora Pedagógica

Ana Flávia Rodrigues

Bióloga, mestre em Gestão Ambiental, Professora e proprietária da Lepetipetá Ideias e Objetos. Atuou com gestão da biodiverisdade por 10 anos na empresa Vale S/A em gestão de contratos, gestão de projetos, estudos ambientais, licenciamento ambiental, mitigação de impactos, espeleologia, educação para sustentabilidade, indicadores de sustentabilidade - incluindo GRI -, relacionamento com a comunidade, entre outros.

Na docência, atua em cursos de pós graduação e graduações ministrando temas de meio ambiente e sustentabilidade desde 2012

É fundadora e proprietária da Lepetipetá Ideias e Objetos, empresa dedicada à produçao de produtos de matéria prima renovável, lúdicos, voltados ao faz de conta das crianças, ao consumo consciente, à economia criativa, à igualdade de gênero e à educação para a empatia e sustentabilidade.

Integra o quadro do Bicho do Mato Instituto de Pesquisas atuando na difusão dos resultados das pesquisas que realizamos e na coordenação pedagógica dos cursos, oficinas, palestras, nas áreas de ecologia, manejo e conservação da biodiversidade, meio ambiente, agroecologia, alimentação saudável, entre outros.

Sede

No belo e arborizado bairro São Bento, nossa sede acomoda nosso escritório, uma sala de aula e uma area externa onde são realizadas aulas práticas e diversos eventos. Confira nossa programação

Nossa sala de aula tem capacidade para 20 alunos para cursos e 40 pessoas para palestras.

Venha nos conhecer!

Faça seu evento em nossa sede





Tipo de evento:




Contato
(31) 2515-2578