Projeto Valoração da Biodiversidade e dos ecossistemas da Serra da Moeda

No século XVII, os portugueses acreditavam que a maior riqueza da natureza era o ouro.

O que eles não sabiam é que séculos depois a maior riqueza da natureza seria a própria natureza.

De lá pra cá o mundo mudou muito. E hoje poucos lugares do planeta podem usufruir de água potável, recursos minerais e ar puro para respirar. Sorte de Minas Gerais que possui a Serra da Moeda. Um dos bens mais preciosos do estado. Presente em oito municípios: Brumadinho, Moeda, Belo Vale, Jeceaba, Ouro Preto, Congonhas, Itabirito e Nova Lima, a cadeia de montanhas da Serra da Moeda oferece uma riqueza natural invejável e de grande importância tanto para a população quanto para a economia do estado.

Localizada dentro da Mata Atlântica e Cerrado, a Serra da Moeda abriga grande parte de espécies de animais ameaçados de extinção no Estado de Minas Gerais e no Brasil. E também é responsável por fornecer um quarto do abastecimento de água de Belo Horizonte.

Além disso, a Bela cordilheira, possui recursos minerais importantes abaixo da sua superfície como o manganês, o ferro e o ouro. Na verdade, esses ricos recursos minerais da Serra da Moeda desempenham um forte papel na história e cultura da região.

Por aqui já passaram portugueses, escravos, indígenas, turistas, trilheiros, quilombos. E é possível contar milhares de histórias só falando sobre a Serra da Moeda, O seu nome, aliás, é um grande exemplo disso: criado após ter sido o local de uma casa de moeda ilegal com o objetivo de evitar o pagamento de impostos de 20% do ouro para Portugal. Só mesmo um lugar tão valioso para abrigar beleza natural, biodiversidade, história e turismo com tanto equilíbrio.

No entanto, este equilíbrio está ameaçado pela pressão do desenvolvimento desordenado. Isso inclui grandes projetos de infraestrutura, mineração e expansão urbana. E se não for bem gerida, estes certamente irão impactar diretamente as dinâmicas ecológicas e econômicas da região.

Por isso preservar a serra da moeda é preservar o ecossistema e sua biodiversidade, é preservar o patrimônio cultural, o turismo, os sítios arqueológicos e todos os serviços ecológicos, como a água pura que a Serra da Moeda nos fornece. Preservar a Serra da Moeda é preservar o futuro de todos.

E para isso, criamos o Projeto de Valoração da Biodiversidade e dos Ecossistemas da Serra da Moeda, em parceria com o International Institute for Sustainable Development(IISD), a Fundação Zoo -Botânica do município de Belo Horizonte, o Bicho do Mato Instituto de Pesquisa e o Instituto Oksigeno, que irá avaliar o delicado equilíbrio entre os ecossistemas naturais da Serra da Moeda, juntamente com o desenvolvimento da mineração e urbanização.

Uma luta contra os problemas ambientais causados por atividades não sustentáveis em favor da biodiversidade e do bem-estar humano.Não deixe a história e tudo que a da Serra da Moeda representa para você ser perdida.

Vídeo

Coordenação:

Dr. Karen Alvarenga de Oliveira

Instituições Envolvidas

  • IISD (http://www.iisd.org/)
  • Projeto Serra da Moeda
  • Fundação Zoobotânica de Belo Horizonte Projeto Serra da Moeda

Links Úteis


< Ver todos os projetos de pesquisa